Publicada em: 28/03/2018 | 1075 Visualizações

: Draco investiga sequestro de adolescente, filha de comerciante do interior







Não há informação sobre contatos com a família que está em estado de choque.

Uma equipe do Departamento de Repressão ao Crime Organizado da Bahia(Draco), desembarcou na cidade de Olindina, Nordeste da Bahia, a cerca de 200km de Salvador, para investigar o sequestro de uma adolescente de 14 anos, filha de um comerciante local. O sequestro foi ontem(26), no começo da tarde, quando a menina saiu de casa em direção à escola.

De acordo com as informações que circulam em Olindina, a adolescente foi cercada por homens que estavam em um automóvel e levada à força. Poucos quilômetros depois, houve a troca de carro e o grupo fugiu em direção a Inhambupe.

Mobilizada desde ontem, a polícia começou as buscas por toda a região, seguindo pistas fornecidas por testemunhas sobre as características dos carros. De Salvador, uma equipe de policiais especializados foi enviada para fazer a monitoração de possíveis contatos dos bandidos com a família da garota.

O #AgoraNaBahia, desde ontem, buscou contato com a família, mas foi informado de que há orientação para que não haja nenhum pronunciamento á imprensa para que não atrapalhar as investigações. Uma tia da adolescente, muito abalada, conversou com o #AnB e não confirmou que tenha havido qualquer contato entre criminosos e a família.

Essa informação do contato chegou a ser divulgada por sites de notícias, dando conta, inclusive, de que o valor exigido para a liberação da estudante foi R$ 2 milhões. Em contato com a Delegacia de Polícia local, não houve confirmação desse pedido de resgate. Lá, policiais disseram que o assunto está totalmente entregue para investigação dos policiais do Draco, com o qual não foi possível fazer contato.

O clima na cidade de Olindina, cidade com cerca de 28 mil habitantes é de muita tensão, já que o comerciante do ramo de supermercados é bastante conhecido e muito popular na cidade. Entre as amigas da estudante, o clima também é de comoção e de expectativa pela ocorrência e, em vários pontos de Olindina, grupos se reúnem para comentar a ocorrência.

A vítima dessa ação é a mais nova entre os três filhos do empresário.

Agora na Bahia




santanaweb@riorealonline.com