#Rio Real
Publicada em: 14/02/2016 | Lida:2 vezes
HOMEM QUE MATOU GASOLINA EM RIO REAL É MORTO EM ALAGOAS
Fonte: Núcleo de Comunicação da Polícia Militar de Rio Real
Foi morto no Estado de Alagoas, Alexsandro Vital de Oliveira, conhecido em Rio Real como “Alex”. O mesmo havia matado

na cidade de Rio Real um jovem conhecido como “Gasolina”, em data de 26 dezembro de 2010, na praça das Cachorras.
O Alex efetuou fulga após o homicídio,

porém foi encontrado no estado de Alagoas nesta quarta (18) cometendo outros crimes.
Leiam na íntegra a matéria sobre a morte de “Alex”.



Um homem

identificado por Alexsandro Vital de Oliveira, 21 anos, e, segundo informações de testemunha conhecido pela alcova de ‘Galinha’, foi morto na tarde desta quarta-feira

(18) após trocar tiros com policiais militares e civis.
A ação policial, que contou com participação de homens do Pelotão de Operações Especiais – Pelopes,

Radiopatrulha e agentes da Polícia Civil, aconteceu após uma denuncia anônima, que levou a polícia a desbaratar um grupo de bandidos escondidos em uma casa na

Rua Mário Soares Palmeira, conhecida como Rua da Bica, próximo a Praça da Liberdade no centro da cidade de São Miguel dos Campos.
Na ação, que culminou em

troca de tiros e na morte de um dos bandidos, foi preso José Maciel, 21 anos, acusado de ocutação de cadáver em um crime ocorrido em São Miguel, quando os

assassinos mataram a vítima e enterraram em uma chácara no Loteamento Wellinghton Torres, parte alta da cidade de São Miguel dos Campos. Maciel é acusado de

também participar da morte de José Marcelino dos Santos Filho, o ‘Zé Enfermeiro’.
‘Galinha’ é apontado ainda como matador do jovem José Cleberson dos Santos,

15 anos, o ‘Índio’, morto no último dia 13 de maio, relembre: Adolescente envolvido com o tráfico é executado a tiros em São Miguel dos Campos
Duas tatuagens no

corpo de ‘Galinha’ chamou a atenção da polícia, “ele tem tatuagens de palhaço e de coringa, marcas usadas por matadores de polícia”, comentou um dos policiais que

participou da operação.
O homem morto é apontado como matador do tráfico e autor de dezenas de assalto na cidade de São Miguel e na região. “Quem pensar que

vai praticar crime e ficar impune está enganado, infelizmente ele reagiu e foi alvejado”, falou Mário Jorge, delegado Regional. Que fez questão de pedir que a

sociedade continue denunciando que a criminalidade será combatida. Mário Jorge falou da importância da integração das policias Civil e Militar, e acrescentou, “as

criticas se responde com trabalho”.
Fonte: http://cadaminuto.com.br/